6 lições de carreira que aprendemos com RuPaul’s Drag Race

by - 12:58:00

Quem nunca assistiu ou ouviu falar do reality show americano RuPaul’s Drag Race?

O que? Você não conhece? Pelo amor…

98401-bianca-del-rio-vencedora-da-6-624x0-1
Brincadeira 😉
Deixe apresentá-los: é um reality show americano realizado pela produtora World of Wonder e exibido nos Estados Unidos pelo canal LogoTV. Idealizado e apresentado pela famosa (e maravilhosa) drag queen RuPaul, o programa procura o carisma, singularidade, coragem e talento de uma drag queen, para suceder ao título de “America’s Next Drag Superstar”.
São provas divertidíssimas onde são testadas suas habilidades em canto, dança, costura, talento, humor e personalidade.
O programa é um fenômeno mundial, e aqui no Brasil tem muitos seguidores que conversam, se divertem e aprendem muito com o reality, pois ele deu luz a um universo até então ‘marginalizado’ das drag queens, mostrando seu lado humano, profissional e, claro, bastante divertido.
Ao longo das 9 temporadas (incluindo uma edição especial que reuniu as melhores participantes em um novo programa), pudemos aprender também várias lições de carreira (isso mesmo!), pois as provas a qual elas são submetidas requerem muito jogo de cintura e inovação para surpreender os jurados e agradar a lendária RuPaul.
Enumeramos alguns aprendizados sobre carreira que tivemos ao longo do programa, pois como se trata de uma competição não apenas de habilidades, mas também de muito jogo de cintura, acho que a metáfora vale pra carreira também. Vamos lá:

1. Se cair, levante com classe

a519d18c112caafe64959c3515e4897a-fabulous-runway-fail-save
Cair faz parte da vida, seja metaforicamente, literalmente. Uma coisa é certa: caiu? assuma que caiu, não tente fingir que não aconteceu nada, e simplesmente siga em frente da melhor maneira possível. Já sentiu que tudo parecia desabar? Lembra o que você fez? É só seguir em frente! A vida é muito maior que uma queda. Assista ao vídeo aqui.

2. Se estiver em uma situação ruim com o chefe, surpreenda

anigif_enhanced-28402-1393188734-24

Na quinta temporada, a Roxxxy Andrews precisou duelar na dublagem com outra drag fortíssima na competição – Alissa Edwards, e ela sabia que tinha que arrasar, se não sairia. Pois bem, na hora do lipsync ela simplesmente tirou sua peruca, e debaixo o que tinha? Outra peruca! Ninguém nunca tinha visto algo parecido, foi realmente uma surpresa para todos, olha só:
Resultado: nenhuma das duas foi eliminada.
Traduzindo essa situação para a sua carreira: imagine que você não está indo tão bem no seu estágio ou trabalho novo, e sabe que precisa mostrar melhor seu potencial. Por isso: estude mais sobre a empresa, se prepare para que em reuniões você faça perguntas ou colocações relevantes e que agreguem à empresa. Seja solícito, faça mais do que sua job description pede, pode ter certeza que as pessoas estão sempre observando você e uma hora o reconhecimento virá. Para ver o vídeo da apresentação clique aqui. WOOORRRK.

3. Transforme suas fraquezas em oportunidades de crescimento

Tumblr_inline_mmg4cfQdm71qz4rgp
Sabe pessoas que vivem apontando nossos defeitos? (ou não necessariamente defeitos, mas traços de personalidade marcantes). E por vezes nós ficamos envergonhados por ser chamado de distraído demais, ou que fala demais, ou que é tímido demais. Pois bem, e se você abraçar o que você é? Pode ter certeza que tudo será mais fácil quando você gostar de você mesmo e usar esses “defeitos” ou traços de personalidade a seu favor.
No caso da imagem acima, em uma discussão na temporada 5, uma drag falou para a Alissa Edwards que ela tinha “back rolls” (uma gíria em inglês que pode ser entendida como “pelanca”ou em bom português, aquele pneuzinho), e sabe o que ela fez depois do programa? Um belo remix com essas e outras frases em que ela foi citada ou que ela falou, e fez um tremendo sucesso com a música, veja uma de suas apresentações aqui.

4. Esteja aberto para receber feedbacks e evoluir

tumblr_n3ob8zD6RN1qf06c3o1_500
A drag acima é Trinity K Bonet, uma das performers mais incríveis que passou pelo programa, suas dublagens foram sempre memoráveis e lacrativas. Mas, ela só revelava esse lado incrível quando estava em perigo, prestes a sair do programa, durante as provas ela sempre se mostrou receosa, dizia que não sabia costurar, que não tinha experiência com atuação, enfim, sempre arranjava alguma desculpa. A história só começou a mudar porque a própria RuPaul disse a ela para mostrar do que ela era capaz e também por contas das dicas da sensacional Bianca Del Rio – que aliás ganhou esta temporada. Ela foi uma espécie de mentora de Trinity, fazendo-a perceber que ela era capaz de fazer o que quisesse, desde que realmente desejasse o fazer.
No mundo corporativo você já deve reconhecer (ou se reconhecer) pessoas assim, que são sempre relutantes em fazer algo novo e fora de sua zona de conforto, e que precisam de uma ajuda de alguém para fazer as coisas acontecerem. Você é essa pessoa?
Assista aqui um vídeo de uma das melhores apresentações da Trinity K Bonet.

5. Não seja vitimista

tumblr_n4jojpCQWK1s7xk0go1_400
Ninguém gosta de colegas de trabalho que reclamam demais, eles acabam se tornando pessoas que você não quer estar perto, pois acabam não acrescentando nada em sua vida. E pior: ainda te deixando pra baixo também. Não seja essa pessoa.
Na situação acima, a drag Laganja Estranja foi uma dessas pessoas, ela sempre tinha ataques de imaturidade e falta de preparo para lidar com as situações, e ainda uma mania chatíssima de querer aparecer a qualquer custo. O que (para nós que assistíamos) era divertidíssimo testemunhar as situações que ela criava – mas para quem tinha que viver aquilo, era bem, bem chato. Por isso, novamente: Não seja chato assim.

6. Ame a si mesmo primeiro, para depois amar os outros

tumblr_n3gbs7iEww1s4ip43o1_500
Ok, essa dica não é apenas de carreira, é uma dica para a vida: “Se você não pode amar a si mesmo, como você vai amar alguém?”. Essa frase é sempre dita por RuPaul ao final do programa, para lembrar às participantes (e a nós que assistimos) a importância de se amar antes de tudo, para que você possa fazer bem qualquer outra coisa que você queira.

Fonte: 99jobs

You May Also Like

0 comentários